Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Extravio I

Imagem
Perdi o teu número Depois perdi o endereço Perdi a mente
Perdidamente Partida
Perdida Paria Faria Ferida Cicatriz Só resta o resíduo sobras que não servem para adubo. Uma pá de cal é o fim.
Lu Ribeiro

Dois

Imagem
Os dois em julho

O passo largo
apressado passo
pelo largo,
bougainvilles serpenteiam,
o jasmim dos poetas alardeiam:
cochichos, lisonjeiros
dos alaridos juvenis,
dos sorrisos senis,
da vaidade que presenteia,
da bela falsa que passeia.
Passo ao largo, largo um pouco de mim apresso o meu passo

respiro fundo, esqueço o mundo, só penso em ti.
Lu Ribeiro

Nossa Senhora

Imagem
A virgem

O adro da igreja denuncia festa, quermesse e alegria.
Do alto do campanário se vê pessoas, alamedas floridas.
Dentro o silêncio  Tríduo a Nossa senhora Aparecida.
A nave central régia. A virgem a contemplar à vigília.
Uníssonas vozes alegres e chorosas, em perfeita harmonia.
Bate o sino do campanário, Final de missa.
As pessoas em silêncio, Em completa consonância, Erguem a Santa. Seguem do altar ao adro.
O sino dobra. A procissão aclama: Salve, ó virgem Maria! Salve, Nossa Senhora Aparecida!


Lu Ribeiro