Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Imoral

Te Imaculei 
te violei 
Impus-me
diante tua pureza
surgi impiedosa
Inevitável nódoa.


Oscilante

Maré baixa
cato  contas
procuro os passos
vestígios do passado

Quando  menina
pisava distraída
na minha sina.

Maré alta
flutuo em sonhos
não sinto os pés

Os braços mergulham na saudade
afagam os cabelos de minha avó
Longas ondas que me enlaçam
aconchego não estou só.




Para Robin Williams

Imagem
Lacrei os sentimentos no envelope
Na gaveta ficaram os desejos
Pus no armário os sonhos
Restou-me os ossos
Expostos na estante
Ficaram os olhos
Enfim, sepultei-me
Agora vivo feliz




Meu caminho não é o dele

No meio do meu caminho tinha um menino
Tinha um menino no meio do meu caminho
Tinha um menino dormindo
No meio do meu caminho tinha um menino perdido.

Nunca me esquecerei desse aparecimento
um fio de vida ficou tatuado na minha retina
Nunca me esquecerei que no meio do meu caminho
tinha um menino entumecido
Tinha um menino no meio do caminho
no meio do caminho tinha um menino desfalecido.


Caçada

Volta à época das cavernas
mulherada desesperada
a espreita na calada da noite
a morte certa.

Matando o tempo

Sem aborrecimento
Cimentando os idiotas
Jogando-os no lago do esquecimento.

Sem trégua

O céu de chumbo Guerrilha aqui dentro Inverno em mim.

O pacto

Imagem
Ele olhou esperando aprovação, respirou profundamente. O primeiro acorde soou dissipando todo receio. Dentro do coração uma bater dissonante, descompasso, silêncio. Por fim, viu o brilho nos olhos do velho. Selaram o pacto  e o solo de guitarra de "over he hills far aways" disse tudo que os anos não deram oportunidade.