Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Estrelas decadentes

Imagem
Perdendo o tempo
olhando os muros
os tijolos descascados
heras escorregadias.

Observo-a  perdida 
nas rachaduras
nas cruas passagens
das horas.

Das senhoras dissimuladas
das memórias escusas 
das anônimas meninas
entorpecidas.

Perdidas nos muros
olhando os tijolos
vidas escorregadias
solitárias histórias.



Olhos teus

Imagem
Pedi aos céus que teus olhos fossem meus
só por hoje eu queria
vislumbrar por tuas retinas
o futuro que me prometeu.

Se os teus olhos fossem meus
curiava-me todos os dias
na calada da madrugada
denunciaria que sou a menina dos olhos teus.

Ai, como eu queria 
ver esses olhos teus
lagrimejar de saudade
dos meus.


Pedido de Natal

Imagem
Deixe o orgulho de lado
Natal de verdade
significa estender 
a mão.


Não esqueça
daquele amigo
perdido no vácuo
da presunção.

Perceba que estar vivo 
vai além da mesa farta.
Pois que mal há
num pedido de perdão.

O orgulho, 
a insensatez,
a soberba
combinam contigo não. 

Vista
a Caridade
a Paz
no coração.


Verdade

Imagem
Trago esse gole amargo
Tremendo por dentro.
Triste de quem pensa que
Tromba d'água não arrebenta
Trupe de rei roto.


*Poema Dalangola,  estilo experimental, criado por José Cambina Dala. Maiores informações acesse: http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4174681

Carta para Bruna

Imagem
Querida Bruna,


saudades suas, saudades de nós. O Natal bate à porta e eu não quero deixá-lo entrar. Todas as decorações natalinas que preenchem as ruas e entopem as lojas, invadem os meus olhos, mas esvaziam o meu coração. Afinal, não trago boas lembranças do nosso último Natal.  Lembro-me que você trajava um lindo vestido verde que destacava o âmbar dos seus olhos. Contudo, sua face neutralizava qualquer tentativa minha de perdão. A mensagem pelo celular era incontestável, mas acredite querida foi fruto de um ato impensado. O meu caso com Íris foi uma fraqueza, sei que disse isso milhares de vezes, acredite foi uma das minhas mancadas. Pensei que me perdoaria, pois você me perdoou outras vezes, eu esperava que dessa vez fosse acontecer o mesmo. Ledo engano.  Passei um ano infernal, você não quis me ver. Estou vagando pelas ruas coloridas, onde ressoam cantigas natalinas e estimulam o amolecimento do coração. Eu sou ateu, mas se acreditasse em Deus, rogaria a Ele o seu perdão. Minha amada,…

Sem flor, só espinhos

Imagem
Ontem
fui pelos ares.
Pari.

Sorrisos
escárnios
espinhos.

Doces karmas
Flores e fases
Pragas!

Abram alas!
"Eu quero passar com a minha dor".

Três coisas

Ontem
descobri o véu
as palavras ficaram brancas
tão alvas que perderam a força.

Forca
pendurei o chapéu
o silêncio teve voz
feroz como as ondas no quebra-mar.

Amar
é tudo que eu sei fazer
ontem enforquei o orgulho
Juro! Perdoei você.