Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Fantasia

Imagem
Sempre-vivas lembranças, sementes d'esperança, serenos suspiros sinuosos sorrisos sonhos...
Sou eu, pensando em você.

Lu Ribeiro

Atração

Imagem
Coisa de pele um visgo agridoce  querer latente.



Imagem
Pradarias serenas
Preces sibiladas
Primeiras lágrimas
Processo de purificação
Prudência, Temor e Calma.



("Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo." Martin Luther King)

Desejo

Imagem
Primeiro senti teu cheiro,
depois de soslaio  te vi  por inteiro.

Da cabeça dourada
as madeixas cuidou o vento.

Das mãos espalmadas
achei o meu anelo.

E para o meu melhor contento
Ah!!!

Quando tu andavas...
parecia uma bailarina em movimento.


Passageira

Imagem
Saiu de casa sem destino.Pegou o ônibus. No seu íntimo a certeza de encontrar a felicidade.




Você: Meu Ópio

Imagem
Ameixa de teus lábios
especiaria delicada
inquietude em mim
Opção pela ilegalidade
urgência em ser feliz.


*Poema Dalangola,  estilo experimental, criado por José Cambina Dala. Maiores informações acesse: http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4174681


Nem tão Platônico assim

Em silêncio observava
entrava, sorria, partia
ela não notava.

Todos os dias
um sorriso, um bom dia
um adeus ele esperava.

E assim,
sucederam-se os dias
nenhum sinal ele notava.

Um sentimento crescia
ela nem sabia
que ele a aguardava.

Uma falsa timidez
uma aproximação calculada
Zás trás!

Ela ficou enamorada.



"...Dono de um amor sublime
Mas culpado por querê-la Como quem a olha na vitrine Mas jamais poderá tê-la Eu sei de todas as suas tristezas E alegrias..." (Legião Urbana_ Amor Sublime)




Aluga-se um coração

Aluga-se um coração
que sente alguns tremores
devido ao excesso de medo
e outros dissabores,
mas gosta de carinho
tem como hábito
conter os espinhos
de amores não correspondidos.

Está vago,
semi-usado
retificado,
tem algumas batidas
e alguma falta de descompasso.

Aluga-se um coração
para fins imediatos,
se estiver interessado
o preço pode ser negociado,
basta o candidato
saber de fato,
que o contrato 
é por tempo determinado.

Dele não dou garantias
sofreu muitas avarias
amou demais, 
quase idolatria,
mas é resistente ao amor falso.

Quem se interessar 
pegue uma ficha.
Preencha o cadastro
não seja insensato,
esse coração
vale um relicário 
de esperanças e outras lembranças
puro ouro de tolo, de fato.






Sagrado

Imagem
Pleno, seguro.
Invadiu-me
num sopro,
me consumiu.




Lado B

Imagem
O lado bom da vida
dobra a esquina da amargura
passeia pelos becos da dor
ignora os amores sem saída.

O lado bom
percorre a ladeira da alegria balança os cabelos
Sorri pro gato do outro lado da via.


Ao lado 
de soslaio
afaga o ego 
e a felicidade germina.





Não olhei

Imagem
Ao tocá-lo
percorri sem medo
partes de um desejo
quase sepultado.

Infeliz,
errei por excesso de zelo
mergulhei num poço
esvaziado.

Triste de mim
descobri  o segredo,
o coração dele
estava ocupado.


Depois do fim

Imagem
Enxugou os olhos com o dorso das mãos, engoliu a vergonha, olhou para o lado. Saiu vazia de sonhos, sob os escombros jazem os segredos.





Virando a página

Imagem

Revelação

Imagem
Descobri: 
a lixeira que eu tenho, 
não cabe o meu coração vazio.


Lu Ribeiro


Escombros

Imagem
O espelho partiu.
Ficamos fragmentados.
Almas incólume,
tensões e medos
redimensionados.
Restos de apreço 
vergonha,
num adeus
apagado.


Ais

Imagem
Atitudes na têmpora 
atemparam as ações.
Anteontem, 
atrevimento
a seguir 
a angústia
atitude dúbia 
a solidão, por fim, 
a renúncia.




Trovinha da pseudo lira

Imagem
Outro dia curiei
uma disputa interessante
o desafiante dono da lei
a desafiada  uma farsante.

A dissimulada não titubeou, 
certo momento da contenda
sugeriu ele uma prenda,
a oferta ela aceitou.

Ah! Pobre coitada
pensou ela que ganharia
a disputa com sua lira
versejou não disse nada.

O bom moço por cortesia
fingiu ser perdedor
a doce moça poderia
descobrir seu dissabor. 

Fiquei eu cá, me divertindo
insistindo estava o doutor 
a embromadora fingindo
Enfim, disputa  sem vencedor.

Deslizes

Imagem
Dentro de mim
espero um azo.
seu vacilo,
lance cego,
indiscreto murmurio,
zumbido atrevido.
esteio de esperança
suspiro, soluço sozinho.

Manifesto

Imagem
Deixo aos meus amores
todo lânguido desejo 
todo sonho canhestro
todo degredo implícito.

Concebo aos amigos
toda felicidade explícita
toda farra repartida
toda fidelidade e segredo.

Assim vivemos
fingindo
fugindo
ferindo.

A verdade não é uníssona 
é ambígua
é sua, 
é nossa
é sonífera.



"A vida é para nós o que concebemos dela. Para o rústico cujo campo lhe é tudo, esse campo é um império. Para o César cujo império lhe ainda é pouco, esse império é um campo. O pobre possui um império; o grande possui um campo. Na verdade, não possuímos mais que as nossas próprias sensações; nelas, pois, que não no que elas vêem, temos que fundamentar a realidade da nossa vida." Fernando Pessoa

Ecos

Você disse "Te amo"
depois, roubou minha inocência.
Você disse "foi essa vez"
às vezes, a gente perdoa muito.
Você disse "é mentira"
porém, a verdade bateu à porta.
Você fala, fala ...
Eu não te escuto.