Gilbertiano



Acordei gilbertiano o dia
abrindo os olhos com poesia
numa alegria incontida
pelo simples fato,
de ter sonhado contigo.

"E onde quer que eu vá no mundo, vejo a minha torre
É só balançar
Que a corda me leva de volta pra ela:"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Síndrome de pavão

Atados